Jorge JR – Junho 2019

Jorge Jr, nascido no Rio de Janeiro em novembro de 1975 era uma época bem menos violenta onde crianças podiam brincar na rua, e tinha educação escolar com mais recursos mesmo na rede pública onde alunos tinham aula de desenho. Isso fez com que Jorge Jr. tivesse uma aproximação por essa arte e era notável o interesse.

Aos 8 anos, reproduzia lances de partida de futebol, e personagens infantis principalmente a turma do Daniel Azulay que fazia programa na TV incentivando as crianças a pintura e desenho.

Apesar de Jorge Jr. ser autodidata, com o passar dos anos suas técnicas iam se aprimorando dentro do seu contexto devido a prática do exercício. Na adolescência ainda desenhava bastante, mas a frequência diminui bruscamente também pelo motivo de escrever as primeiras letras de músicas (outra paixão desenvolvida). O começo de sua jornada na vida burocrática trabalhando no padrão comum da sociedade que durou alguns anos, nesse período houve um afastamento de Jorge e o desenho.

A música outra arte bem presente na vida do artista desde a adolescência quando como citado antes, já escrevia letras e fez parte de alguns projetos envolvidos com a cultura brasileira. Porém com o amadurecimento do ser humano é natural as pessoas pesquisarem sobre seus antepassados, sua origem e foi no Reggae que houve esse despertar pelo assunto realmente, embora já tivesse escrito e ouvido Rap, mas algumas ponderações ficavam sem fundamento concreto, e no reggae completava as lacunas vazias.

Ouvindo bastante e logo após tendo a oportunidade de tocar percussão e bateria em algumas bandas de reggae raiz no underground carioca o aprofundamento e estudo sobre África fez com que Jorge agregasse um novo sentido a tudo então mostrado até agora em sua vida tanto na escola, na mídia, na vida espiritual. 

Em 2002 se engajava realmente ao movimento reggae, em 2008 fundou a banda Original Raiz junto com Flavia Kondessa a vocalista da banda. Os dois juntos começaram a produzir artes, pra Jorge Jr. na verdade um recomeço.

Porém o projeto de desenho voltou em camisas pintadas e expostas em show da banda Original Raiz e em outros eventos como roda de rima de Rap e os temas visando a realidade que acabam sendo polemizados tipo: Yeshua (Jesus) preto, ou ancião mostrando a sua comunidade o conhecimento e importância de África, o mesmo acontece com as pinturas em garrafas que são temas espirituais firmados em Jahyeshua e também sócio político.

Garrafas essas que Flávia Kondessa prepara para a execução do desenho de Jorge Jr., embora a produção tenha dado uma estagnada devido a falta de garrafas de vidro que eram usadas, hoje são de plástico o material não tão bom quanto o anterior.

Foi então que Jorge Jr. incentivado passou a pintar telas e vinis temáticos baseados no estado espiritual firme em Yeshua e sua resistência política fundada em África, terra mãe, origem de tudo, berço da humanidade.

Com o contexto já formado sobre o projeto a última etapa foi escolher o nome ao trabalho chamado JAHRTESANAL, artes com fundamento em Jahyeshua Pai, Filho e Espírito Santo, mas também com a idéia de falar sobre África, Etiópia, Israel que também é África originalmente (embora seja escondido), assim como mostrar as criações de Jah (Senhor Supremo).

Jahrtesanal tem como objetivo mostrar que tudo começou em África, por escolha de JAHovia.